Blogs

EXCLUSIVO: Veja documento que autorizou busca e apreensão no TC

EXCLUSIVO: Veja documento que autorizou busca e apreensão no TC
Uma das tantas perguntas ainda sem respostas que o juiz da 2ª federal, Felini de Oliveira Wanderley, faz no mandado de busca e apreensão, cumprido esta semana na sede do Tribunal de Contas é: por que R$ 75.305,65 foram depositados na conta do ex-conselheiro Luiz Eustáquio Toledo, agência Bradesco, com autorização da direção financeira do Palácio de Vidro da Fernandes Lima. Luiz Eustáquio não é único ex-conselheiro investigado, mas... 

MPF pediu quebra de sigilo bancário de ex-presidente do TC

MPF pediu quebra de sigilo bancário de ex-presidente do TC
Os pedidos do Ministério Público Federal para o juiz da 2ª Vara Federal, Felini de Oliveira Wanderley, que autorizou busca e apreensão nas folhas de pagamento e fichas cadastrais de todos os funcionários do Tribunal de Contas. Busca e apreensão executada pela Polícia Federal: 1. Quebra do siglo bancário da conta Bradesco, onde eram depositados os valores do duodécimo do TC; 2. Quebra do sigilo bancário de empréstimos tomados no Banco... 

Veja nota do Tribunal de Contas sobre operação da PF

Veja nota do Tribunal de Contas sobre operação da PF
NOTA OFICIAL Em relação à presença de agentes da Polícia Federal na sede desta instituição, na manhã desta terça-feira (28), o Tribunal de Contas do Estado esclarece: – A operação foi iniciada por volta das 8h, com a presença de dois delegados e agentes da Polícia Federal em algumas dependências deste Tribunal, coletando arquivos e informações nos setores financeiro, de recursos humanos e de tecnologia da informação visando... 

De petralhas a coxinhas, todos náufragos

Ser brasileiro hoje é estar muito perto da angústia de não saber mais qual ética seguir.

No prenúncio do golpe parlamentar endossado pelo judiciário, inúmeros debates levantavam a insegurança trazida por um estado de exceção; algo que agora se efetiva na prática, mas continua sendo negado pelos discursos oficiais.

Nossa capacidade de escolher as posturas mais harmônicas entre o que é e o que dizem poder ser, está imprensada na parede da opressão, que cresce a cada dia, trazendo línguas engolidoras de direitos e ordens. Tudo está sendo feito agora em nosso país, de acordo com os interesses imediatos do governo, seus asseclas e os poderes que seguem os rastros da ditadura.

Ou seja, podemos ser pegos pela lei, mas a lei não nos protege de mais nada, de mais ninguém…

Lei ferida pelas ânsias de Moro, sanhas de mando na destruição de um projeto de nação, para por sobre os escombros edificar castelos. As siglas representativas dos deuses romanos dos altares pagãos: poder e luxúria! Uma classe, um estamento, parte de um país levado pela alienação em nome de Deus. Por baixo dos escombros, nossos direitos gemem.

É mais bonito manter o senso humanitário. Nada nos impedirá de sofrer os efeitos dos males efetivados, mas um banho de humildade pode ajudar a reconhecer o erro…talvez esteja na hora de retirar as camisas da ilusão, aquelas pintadas de verde e amarelo e admitir que nosso país está afundando com todos nós dentro, os que como eu, recusaram o golpe e aqueles que o incentivaram das ruas.

Manter a ordem da globo na boca é sandice aos olhos de todos. A corrupção está no poder e não adianta gritar olhando para trás.

Para frente ainda é possível, quem sabe, um pouco mais de leitura e exercício de interpretação histórica e social?!

Nem o ódio de lá, nem o ódio de cá. Hora de parar e pensar na melhor maneira de recuperar o Brasil para nós, o povo brasileiro.

 

 

Nova fase da Rodoleiros está em vara federal alagoana

Nova fase da Rodoleiros está em vara federal alagoana
A mais nova fase da Operação Rodoleiros- que hoje chegou, mais uma vez, nos corredores Tribunal de Contas via Polícia Federal- está na 2ª Vara Federal alagoana, onde se espera tenha desfecho ainda nesta década, considerando que a primeira fase está no STJ, onde um conselheiro, Otávio Lessa, tem foro privilegiado e o processo tramitará na conhecida velocidade da Justiça brasileira. Os federais estão, desde cedo nos setores financeiro,... 

Ponte de Jacarecica será demolida e trânsito interditado

Ponte de Jacarecica será demolida e trânsito interditado
A ponte sobre o rio Jacarecica, que liga o bairro ao litoral norte alagoano, será demolida no mês de julho para a construção de uma outra ponte, integrada às obras de duplicação da AL 101 Norte. Até lá, uma ponte que está sendo construída ao lado da atual, sobre o rio Jacarecica, estará liberada para escoar o trânsito. De acordo com a Secretaria de Transportes e Desenvolvimento Urbano, haverá necessidade de interdição do local,... 

Debate sobre ação judicial que proíbe apresentação de presos em Alagoas

Debate sobre ação judicial que proíbe apresentação de presos em Alagoas
Na próxima quarta-feira (29), dois advogados vão discutir os efeitos da ordem judicial que proíbe apresentação de presos em Alagoas após operação policial. Os debatedores são o defensor público e professor de Direito Constitucional, Othoniel Pinheiro, e o advogado criminalista, Thiago Pinheiro. O evento é promovido pelo Sindicato dos Jornalistas e acontece no auditório do  Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL),... 

Novo hospital atrai governistas ‘rachados’ na Assembleia

Novo hospital atrai governistas ‘rachados’ na Assembleia
Após racha entre governistas na Assembleia Legislativa e Renan Filho (PMDB), todos dividiram a mesma solenidade- a assinatura que autoriza o início das obras do Hospital Metropolitano, na parte alta de Maceió. O senador Renan Calheiros (PMDB) acompanhou a comitiva além do ministro do Turismo, Marx Beltrão- clara resposta do Palácio República dos Palmares à viagem de trem do prefeito Rui Palmeira (PSDB) ao lado do ministro dos Transportes,... 

Rui, Biu e Quintella viajam no mesmo trem (eleitoral); veja fotos

Rui, Biu e Quintella viajam no mesmo trem (eleitoral); veja fotos
#gallery-1 { margin: auto; } #gallery-1 .gallery-item { float: left; margin-top: 10px; text-align: center; width: 33%; } #gallery-1 img { border: 2px solid #cfcfcf; } #gallery-1 .gallery-caption { margin-left: 0; } /* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */ A... 

Professores contratados e a escravidão alagoana

Senhores e senhoras, me respondam se puderem: estamos retrocedendo na história porque fomos reprovados na escola?

Levamos bomba na lição cidadania!

Negamos entender as linhas que os ancestrais deixaram escritas e outra vez, lombo nu para o chicote bater!

Agora delimitemos a área temática aos prefeitos alagoanos e olhemos a política de contratações, que sutilmente foi sendo infiltrada sob as barbas do Ministério Público bem antes de Temer efetivar o golpe e legalizar a terceirização. Nos municípios alagoanos, por unanimidade, a quantidade de servidores contratados é extensa.

Delimito outra vez a discussão, e foco na educação.

Quem orienta essa unanimidade na contratação de professores? Pois essa política tem caráter de assessoria unificada, como um centro de (des)inteligência que leva as mãos gestoras à mesma movimentação de pagamento precário aos mestres de seus infantes e juventude.

Contratos que iniciam em março e findam em novembro, segundo relatos ouvidos por esta blogueira, deixam os contratados sem salário de dezembro e décimo terceiro. Quem denuncia? Ninguém! Quem quer perder o único emprego que possui?

Agora o x da questão: para onde vai a sobra?

A mesma demanda é utilizada como manutenção do antigo “voto de cabresto” em estrutura modernizada. Quem fiscaliza esse descalabro?

Existem outras coisas ditas, que não podem ser provadas, por isso mesmo repasso como comentários locais, afirmando que existem políticas de maquiagem no rendimento escolar dos alunos com vistas a um bom resultado do IDEB – embora seja fictício – a mostrar que estas escolas estão dando certo, apesar das irregularidades nas relações com os professores contratados.

Um descalabro atrás do outro faz dos municípios alagoanos os reprodutores de um passado inglório que explora mão-de-obra e precariza resultados, mantendo nosso povo em passiva escravidão, sob o silêncio das instituições.

Segue o degredo.

© 2012 - 2014 Repórter Alagoas. Todos os direitos reservados. E-mail: contato@reporteralagoas.com.br Jornalista responsável: Odilon Rios - MTB 840 / AL